Festival Online de Harpas chega ao final em sua primeira edição online com números surpreendentes

Atualizado: Set 12


O XV RioHarpFestival e o V SPHarpFestival, pela primeira vez transmitidos online por conta da pandemia do Covid-19 chega ao final com números superlativos. Atingiu, somente considerando as fontes primárias de exibição às marcas de 100 mil pessoas e mais de 250 mil impressões/impactos.

O festival, produzido pela Carpex, do produtor Sergio Costa e Silva, patrocinado pela Eletrobrás e transmitido em streaming pela Cedro Rosa reuniu harpistas de 27 países. Quem perdeu alguma apresentação pode assistir nestes links:


Edição RioHarpFestival

Edição SPHarpFestival


Alguns concertos, como (clique e veja Concerto | Lucas Petroni ) foram assistidos por mais de 9 mil pessoas ao mesmo tempo, na plataforma de transmissão da Cedro Rosa, no Facebook, no dia 26 de agosto, às 15 horas.


A Cedro Rosa produziu duas Lives com Sergio Costa e Silva, produtor do projeto e Pedro Vilela Garcia, da Eletrobras. Assista aqui.






FESTIVAL CONSOLIDA TENDÊNCIA DE LIVES E EVENTOS MUSICAIS EM STREAMING


Esta edição do festival veio a consolidar ou antecipar, nas palavras de Tuninho Galante, da Cedro Rosa, uma tendência de conciliar eventos e conteúdos diversos entre presencial ou físico e online, através de streaming.


"A Cedro Rosa está investindo desde 2019 em equipamentos e tecnologia de ponta para transmissões online. Concertos, shows, palestras, seminários e eventos em geral de grande qualidade nao devem ficar restritos ás platéias presenciais. Ja percebemos isso há muito tempo. A pandemia veio apenas acelerar esse processo", diz Tuninho Galante, CEO da Cedro Rosa.

Os concertos do HarpFestival nas versões Rio e São Paulo foram transmitidos nas plataformas Youtube, Facebook e Twitter, sendo retransmitidos no Linkedin.

Alem disso, os concertos passaram nas redes sociais do Musica no Museu e em diversas plataformas privadas de centros culturais, embaixadas, consulados e paginas pessoais dos artistas.


A plataforma mais utilizada pelos brasileiros para assistir ao festival foram as do Facebook, seguidas pelo Youtube, Twitter e Linkedi.


No exterior, a plataforma mais utilizada foi a do Youtube.





"Em qualquer análise internacional de uso de internet ou redes sociais o Brasil está no Top 5. Nao se pode pensar em nenhum evento, projeto, show ou conteúdos em geral que não considere o streaming como ferramenta", pontua Tuninho Galante.


(Tuninho Galante e o grande sambista Nelson Sargento, com quem tem trabalhado desde os anos de 1990).

fonte: Cedro Rosa.



O produtor Sergio Costa e Silva, da Carpex, bastante animado com o resultado do festival de harpas, ja está trabalhando no XI RioWindsFestival - Festival Internacional de Sopro, que também será online.




Cedro Rosa - Musica, Conteúdos, Tecnologia e Negocios. Siga-nos e fique por dentro de tudo que acontece na Economia Criativa e na Era Digital.


Cedro Rosa - Todas as Redes | https://linktr.ee/cedrorosa







+ Confira também

Se inscreva agora

xcvfds.png

Produtora de conteúdo e editora.

© Copyright 2000-2020 Cedro Rosa e Play Produções, Comunicação e Participações S.A

  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca ícone do YouTube
  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram
  • Branca Ícone LinkedIn